“O Bebedor de Tisanas” de Américo Brás Carlos apresentado em Azambuja

“O Bebedor de Tisanas” de Américo Brás Carlos apresentado em Azambuja

Dia 17 de outubro, pelas 16h00, no Jardim da Biblioteca Municipal de Azambuja. Entrada livre. O Município de Azambuja vai receber Américo Brás Carlos para a apresentação do seu novo livro – “O Bebedor de Tisanas”, no próximo sábado, dia 17 de outubro, pelas 16h00. A iniciativa terá lugar pelas 16h00, no jardim da Biblioteca

Dia 17 de outubro, pelas 16h00, no Jardim da Biblioteca Municipal de Azambuja. Entrada livre.

O Município de Azambuja vai receber Américo Brás Carlos para a apresentação do seu novo livro – “O Bebedor de Tisanas”, no próximo sábado, dia 17 de outubro, pelas 16h00.

A iniciativa terá lugar pelas 16h00, no jardim da Biblioteca Municipal de Azambuja. A entrada é livre e cumprirá todas as medidas da Direção-Geral de Saúde, sendo obrigatório o uso de máscara e o necessário distanciamento social. O acesso ao evento será feito pelo portão do jardim da biblioteca (frente aos CTT) e está sujeito à lotação dos lugares disponíveis.

Américo Braz Carlos, autor de este “Bebedor de Tisanas”, é natural de Azambuja

A obra será apresentada pelo próprio autor, Américo Brás Carlos, natural de Azambuja, e por Tânia Dias Carlos. Trata-se de um livro de poemas em verso e prosa, e se todos os livros são uma viagem, este “Bebedor de Tisanas” é uma viagem completa, com paragens, volta e tudo.

O poeta viajante intenta perceber cada estação do princípio ao fim da linha e retorna ao início, que, aliás, nunca perdeu de vista. Uma viagem-vida. Numa cronologia evidente, as três partes do livro marcam essa divisão temporal (podia ser um romance sem flashback), antecedidas de um prólogo em verso que é uma «teoria geral» da poesia, também em prosa, aqui presente.

Livro feito de infâncias, memórias de pores-do-sol, cheiros, risos, figos, tangerinas, regatos, viagens, desamores, e de erotismos mitigados. Se o livro parecer autobiográfico, o poeta não nega que assim seja, pelo menos parcialmente.

A edição da obra é da Guerra e Paz, Editores, S.A., e conta com o apoio da Câmara Municipal de Azambuja.

Nota biográfica

Américo Brás Carlos nasceu em 1952, no Concelho de Azambuja. Foi trabalhador fabril e técnico de manutenção industrial durante 13 anos. Pelo meio, cumpriu o serviço militar obrigatório em Angola. Lecionou na Faculdade de Direito de Lisboa, ISCTE-IUL e INDEG-ISCTE e Universidade Politécnica de Moçambique, perfazendo cerca de 35 anos de docência universitária. Foi técnico e dirigente da administração fiscal portuguesa e consultor do Fundo Monetário Internacional, do Banco Mundial, da União Europeia, do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da América e de algumas empresas de consultadoria, tendo exercido funções em Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Cabo Verde. É autor do livro “Impostos-Teoria Geral” (cinco edições) e coordenador da obra “Guia dos Impostos em Portugal” (30 edições). Publicou, ainda, os livros de poemas “Adágio, Romanza e Grave” (duas edições), “As Flores Brancas do Frangipani” e “Pais e Filhos, Avós e Netos em Versos Discretos” (literatura infanto-juvenil). Mais recentemente, publicou um trabalho de investigação histórica da sua autoria intitulado “A greve camponesa de 8 de maio de 1944 em Azambuja e no Baixo Ribatejo – História e geografia humana”

Redação RVA JNV
ADMINISTRATOR
PERFIL

Posts Carousel

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos