Nuno Miguel Henriques apresenta Rui Neto como candidato à Assembleia Municipal 

Nuno Miguel Henriques apresenta Rui Neto como candidato à Assembleia Municipal 

O Dia Mundial da Voz foi a data escolhida por Nuno Miguel Henriques para apresentar a sua candidatura ao Município de Alenquer, pelo PSD. 

Nuno Miguel Henriques apresentou esta sexta-feira a sua candidatura à Câmara Municipal de Alenquer nas próximas eleições autárquicas. O candidato assume que esta é uma candidatura diferente e que pode ser a verdadeira alternativa no concelho. O social-democrata já andou pelas ruas das freguesias do concelho e sente que “é preciso mudar”. “Mudança com confiança” é o mote para a candidatura de Nuno Miguel Henriques que diz que, caso seja eleito, “não serei um presidente que está fechado nos Paços do Concelho”. 
O primeiro – e até agora único – nome apresentado além do candidato ao executivo foi o de Rui Neto, que vai encabeçar a lista à Assembleia Municipal e será também o Mandatário da Campanha. O histórico alenquerense do Partido Social Democrata, que atualmente é deputado à Assembleia Municipal, aceitou o convite de Nuno Miguel Henriques e diz que acredita que este é um momento “aglutinador para o partido e para a sociedade civil”. Rui Neto já se encontra a construir a sua lista e diz que quer ter o mais possível a sociedade civil, porque “representa o que somos e o que vivemos”. “A minha lista vai estar aberta a todas as pessoas que querem lutar por um concelho melhor” e acrescentou que já endereçou convites. Questionado se Alfredo Trinca (um dos impulsionadores do movimento Água Justa) foi um dos convidados, Rui Neto afirma que sim, mas que ainda não obteve resposta, mostrando-se recetivo a este nome. 
A marcar presença esteve também Duarte Pacheco, Presidente da Distrital do PSD e o responsável por apresentar o nome de Nuno Miguel Henriques para a autarquia alenquerense. O também Deputado à Assembleia da República disse à Rádio Voz de Alenquer que o primeiro nome apontado para cabeça de lista foi o de Frederico Rogeiro, mas que este não aceitou por motivos pessoais. “O primeiro convidado foi Frederico Rogeiro. O PSD reconhece e está orgulhoso pelo trabalho que o Frederico desenvolveu nos últimos quatro anos. O Frederico não aceitou, alegando motivos pessoais e tivemos de identificar outras personalidades”, adiantou Duarte Pacheco. Assim o Presidente da Distrital diz que o nome de Nuno Miguel Henriques apareceu porque ” existem muitas pessoas que vivem no concelho, mas não são de cá e acreditamos que se podem sentir identificadas e representadas pelo nosso candidato”.

Já para Isabel Meireles, Vice-Presidente do PSD Nacional, que marcou presença na apresentação, Nuno Miguel Henriques não é um “candidato típico”. “O Nuno é um homem de emoções e de afetos e nós precisamos de pessoas assim, que estejam próximas dos eleitores”, adiantou Isabel Meireles, que apoia totalmente esta candidatura. 
A apresentação arrancou com o reconhecimento do trabalho de dois grandes militantes do partido que faleceram no último ano: Vitor Ronca e Manuel Guerra, seguindo-se um minuto de silêncio de homenagem.  

Posts Carousel

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos