.
OUVIR EMISSÃO ONLINE
ADC tem de entregar campo de jogos até ao final do mês ‹ Rádio Voz de Alenquer

A Associação Desportiva do Carregado (ADC) tem de abandonar o seu campo de jogos até ao final deste mês de Junho entregá-lo à família Pinto Barreiros. É esta a decisão final e definitiva emitida pelo Supremo Tribunal de Justiça, colocando um ponto final num longo diferendo entre a ADC e os herdeiros de José Lacerda Pinto Barreiros.

Foi no inicio de 2000 que a família Pinto Barreiros colocou a ADC em tribunal alegando que o campo não tinha sido doado pelo patriarca da família, mas apenas emprestado, uma versão contestada pelas sucessivas direcções do clube.

Fernando Silva actual presidente da ADC convocou uma conferência de imprensa para transmitir esta decisão do Tribunal, depositando agora as suas esperanças na autarquia de Alenquer, que tem procurado em conjunto com o clube uma solução que garanta a continuidade do futebol de formação e de competição da ADC frequentado por centenas de crianças e jovens.

O presidente do município de Alenquer Pedro Folgado, explicou por seu turno que a autarquia tem estado em conversações com a família Pinto Barreiros, uma tarefa dificultada pelo facto de não existir um elemento que represente todos os herdeiros.

Depois de uma primeira abordagem no sentido de tentar adquirir o campo à familia, inviabilizado pelo valor muito superior à avaliação oficial do terreno, o município conseguiu encontrar na Guizanderia um local com capacidade para acolher o campo de jogos da ADC.

A próxima questão passa por convencer a familia Pinto Barreiros a permitir que a ADC continue a ocupar o campo de jogos até à conclusão do novo espaço, devendo a autarquia reunir-se ainda esta semana com um dos herdeiros, explicou Pedro Folgado.

O futuro próximo do futebol do Carregado dependente de um encontro entre o presidente da autarquia, Pedro  Folgado e o representante da família Pinto Barreiros.

O campo José Lacerda Pinto Barreiros foi fundado em 1955 e desde então sofreu várias remodelações, possuindo actualmente um campo de futebol 11 e dois campos de futebol 7 em relva sintética, uma bancada com capacidade para mil espectadores, balneários e bar.

O novo campo de jogos deverá ter todas estas valências e ainda um parque de estacionamento, devendo o financiamento do projecto ser feito através de um contrato programa assinado entre a ADC e a autarquia, à semelhança do que já foi feito com outros clubes do concelho.