.
OUVIR EMISSÃO ONLINE
“O Sonho da Rainha” estreia 70 anos após a sua publicação ‹ Rádio Voz de Alenquer

Luciano Cordeiro e Manuel da Silva escreveram em 1945 “O Sonho da Rainha”, uma recriação histórica do milagre das rosas, com o objectivo de ser representada por ocasião das Festas do Império do Divino Espírito Santo, recuperadas esse ano em Alenquer, após décadas de ausência.

As Festas voltariam a cair no esquecimento e só seriam recuperadas em 2007, enquanto a peça preservou-se para a posteridade graças à publicação num periódico, mas tanto quanto se sabe nunca chegou a ser representada.

No ano em que se comemoram os 500 anos da beatificação da Rainha Santa Isabel, o município de Alenquer recuperou o texto do arquivo municipal, e com o apoio dos grupos de teatro do concelho prepara-se para estrear a pequena peça a 14 de Maio, 71 anos depois de ter sido escrita.

“A história de Alenquer está intimamente ligada à Rainha Santa Isabel, que aqui instituiu as Festas do Espírito Santo e aqui ergueu uma capela e uma albergaria, estando a sua construção associada à lenda das rosas”, explica o vereador com a tutela da Cultura, Rui Costa.

“No ano em que se celebra os 500 anos da beatificação de Isabel de Aragão entendemos ser interessante esta recriação histórica, que fizemos questão que fosse uma produção alenquerense, feita por alenquerenses”, afirma.

“Quero com isto dizer que seria fácil contratar uma empresa, das muitas que hoje em dia se dedicam a reconstituições de época, mas quisemos que fosse um produto nosso, até porque sabemos que temos pessoas capazes de cumprir com toda a dignidade o desafio que lhes lançámos”.

O cortejo real, liderado pelo Rei D. Dinis e pela Rainha Isabel de Aragão, vai começar por inaugurar a réplica de uma cruz, desaparecida há muito, e que assinalava o local onde teria ocorrido o milagre das rosas.

No largo do Espírito Santo, haverá bancas com produtos regionais e artesanato, artesãos da época e animação musical.

O dia culmina com a Festa da Luz, uma procissão iluminada pelas velas dos fiéis, rumo à Igreja de S. Francisco onde se realizará a Vigília de Pentecostes.

Share

Sem comentários ainda